A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Anúncios

Imagem  —  Publicado: julho 3, 2017 em Uncategorized

Pós-Graduação – 360 horas. Arte e Filosofia. Objetivo: O curso aborda grande parte das teorias filosóficas da arte que constituem a matéria básica do que hoje denominamos Estética a fim de promover o diálogo entre essas duas esferas do conhecimento.

Espera-se que tal diálogo convide à reflexão, não apenas aqueles que têm interesses especificamente teóricos, mas também os que estão, de um modo ou de outro, envolvidos no exercício prático de atividades artísticas.
Pensar a arte através da filosofia, mas também a filosofia através da arte, eis, em suma, o objetivo do programa.
Público-Alvo: Graduados em Arte, Filosofia e áreas afins.
Unidade Gávea  15/08/2017 a 23/11/2017 (1º Período).
Terças e quintas-feiras, das 19h às 22h30.
Mais Informações
 http://www.cce.puc-rio.br/sitecce/website/website.dll/folder?nCurso=arte-e-filosofia&nInst=cce&o=1

P

A professora e psicóloga da Uniabeu Christiane Penha, conta que durante a atividade serão abordadas as questões emocionais presentes na vida de pacientes submetidos à amputação de membros.

A professora Christiane Penha conta que a causa da amputação é um potencial mediador da adaptação psicológica, devido a diferentes reações entre as pessoas que são amputadas em razão de traumas e as que perdem o membro em decorrência de doenças vasculares. “Nos casos de acidentes que levam a amputação, a cirurgia ocorre, na maioria das vezes de forma inesperada, e o tempo para assimilação prévia do evento pode ser inexistente”, comenta.

A professora e psicóloga da Uniabeu Christiane Penha
A professora e psicóloga da Uniabeu Christiane Penha

http://www.jb.com.br/ciencia-e-tecnologia/noticias/2017/06/09/uniabeu-realiza-encontro-sobre-reabilitacao-emocional-e-fisica-de-amputados/“A Psicologia nesta área mostra-se essencial tanto na pesquisa como no campo da intervenção. O papel do psicólogo na equipe interdisciplinar pode auxiliar o paciente e sua família no período anterior a cirurgia, durante a hospitalização, no período de adaptação e na reabilitação psicossocial”, explica a professora.

Segundo Penha, a orientação inicia pela entrevista pré-cirúrgica, verificando a condição psicológica do paciente para enfrentamento de todo o processo que o levará a mudanças em sua vida; na preparação para a operação e oferecendo apoio constante ao paciente e sua família.

Durante o encontro serão considerados os medos, as incertezas, a dor pós-operatória, a sensação de incapacitação, a perda da independência, o distanciamento da atividade profissional, a dor no membro fantasma. “Vamos abordar também como pode ser o apoio do profissional de psicologia antes, durante e depois da amputação”, comenta Penha.

O encontro é dirigido a estudantes e profissionais de saúde, psicologia, serviço social, familiares de amputados. Os interessados devem fazer inscrição no site http://www.uniabeu.edu.br/noticias_eventos.php?t=evento&cod=283.

Serviço: Encontro ‘Protetização do paciente amputado: aspectos da reabilitação emocional e física’

Data: 24 de junho, das 8h às 17h

Local: Centro Universitário Uniabeu (Campus Belford Roxo) – Rua Itaiara, 301, Centro

Inscrição: Até 20 de junho no link: http://www.uniabeu.edu.br/noticias_eventos.php?t=evento&cod=283.

 

O Centro Universitário Uniabeu realiza, no campus Belford Roxo, no dia 24 de junho, das 8h às 17h, o Encontro “Protetização do paciente amputado: Aspectos da reabilitação emocional e física”. A professora e psicóloga da Uniabeu Christiane Penha, conta que durante a atividade serão abordadas as questões emocionais presentes na vida de pacientes submetidos à amputação de membros.

A professora Christiane Penha conta que a causa da amputação é um potencial mediador da adaptação psicológica, devido a diferentes reações entre as pessoas que são amputadas em razão de traumas e as que perdem o membro em decorrência de doenças vasculares. “Nos casos de acidentes que levam a amputação, a cirurgia ocorre, na maioria das vezes de forma inesperada, e o tempo para assimilação prévia do evento pode ser inexistente”, comenta.

“A Psicologia nesta área mostra-se essencial tanto na pesquisa como no campo da intervenção. O papel do psicólogo na equipe interdisciplinar pode auxiliar o paciente e sua família no período anterior a cirurgia, durante a hospitalização, no período de adaptação e na reabilitação psicossocial”, explica a professora.

Segundo Penha, a orientação inicia pela entrevista pré-cirúrgica, verificando a condição psicológica do paciente para enfrentamento de todo o processo que o levará a mudanças em sua vida; na preparação para a operação e oferecendo apoio constante ao paciente e sua família.

Durante o encontro serão considerados os medos, as incertezas, a dor pós-operatória, a sensação de incapacitação, a perda da independência, o distanciamento da atividade profissional, a dor no membro fantasma. “Vamos abordar também como pode ser o apoio do profissional de psicologia antes, durante e depois da amputação”, comenta Penha.

O encontro é dirigido a estudantes e profissionais de saúde, psicologia, serviço social, familiares de amputados. Os interessados devem fazer inscrição no site http://www.uniabeu.edu.br/noticias_eventos.php?t=evento&cod=283.

Serviço:

Encontro “Protetização do paciente amputado: aspectos da reabilitação emocional e física”

Local: Belford Roxo

Dia: 24/06

Horário: Das 8h às 17h

Inscrição: Até 20/06 no linkhttp://www.uniabeu.edu.br/noticias_eventos.php?t=evento&cod=283.

Endereço: Rua Itaiara, 301, Centro de Belford Roxo

Valor: R$ 25,00

Reportagem: Fernando Fraga

Foto: Gabriela Mineiro

Oficina de Revisão e Copidesque

O curso tem o objetivo de formar profissionais habilitados a trabalhar na área de editoração, como editores de texto, copidesques e revisores de provas. Aulas com diversos exercícios.

Prof. Alvanísio Damasceno – É jornalista, revisor, preparador de originais e redator. Atua na área desde 1980 em editoras como Record e Ediouro.

Dias 01 e 08/07/2017 (sábados) das 10h às 17h | Carga horária: 12h


Introdução aos Gêneros Literários

Identificar os procedimentos técnicos que caracterizam cada um dos gêneros literários: prosa, poesia, romance, conto e crônica. Desenvolver o estudo e a criação de textos a partir da leitura de diversas modalidades textuais.

Profª.  Suzana Vargas – Poeta, autora de literatura infantil e ensaios. Mestre em Teoria Literária pela UFRJ. Criou e coordena a Estação das Letras.

Dias 03, 04 e 06/07/2017 (2ª, 3ª e 5ª feira) das 18h30 às 20h30 | Carga horária: 6h


Design do livro para autores: os primeiros passos

Apresentação:
Este é um curso sobre o essencial do design do livro impresso, ideal para autores e pessoas curiosas que queiram entender de uma forma geral e abrangente, conceitos, processos e materiais — desde o briefing até o livro pronto. Neste curso você irá aprender como um bom projeto de capa e de miolo, as escolhas de papéis, tipologias, formatos e acabamentos, são fundamentais para comunicar mensagens, narrar histórias e fornecer uma imersão completa na leitura. Sabendo disto, você ampliará seus conhecimentos estéticos, funcionais e práticos e certamente não se sentirá mais um marinheiro de primeira viagem.

Objetivo e metodologia:
1) Ensinar as etapas do processo de criação e apresentar projetos de capa e de miolo, desde o briefing até o livro pronto.
2) O curso aborda:
• Conceitos gerais do design editorial;
• Relação entre editora ou autor e designer;
• Exemplos de capas, soluções e linguagens visuais;
• Nomenclaturas das partes que compõem a capa e o miolo;
• Exemplos de design de miolo;
• A escolha da tipologia;
• Impressão CMYK, pantone e impressão digital.
• Tipos de papéis e acabamentos;
3) A aula apresenta slides, vídeos e exemplos físicos.

Dia 1:
Apresentação, etapas do briefing, a experiência do objeto, formatos básicos. A estrutura do livro.

Dia 2:
Capas de livros, fundamentos do design. Tipos de impressão. Acabamentos.

Dia 3:
Design de miolo, características tipográficas, impressão. Acabamentos e papéis.

Profª. Tita Nigrí – Mestranda em designer, PPG-Design da Puc-Rio, com pesquisa sobre a narrativa visual do livro impresso, é filiada ao laboratório de semiótica e coeditora da revista científica Tríades. Designer formada pela UFRJ, pós-graduada em Design Estratégico pelo IED-Rio e estudou fotografia no Atelier da Imagem. Desenvolve projetos para vários grupos editoriais nacionais, entre eles, Record, Objetiva, Ediouro e Rocco. Trabalha em colaboração com autores independentes na edição, no design e na produção gráfica de seus livros. Em 2016 ganhou 1º lugar do Prêmio Bornancini, em Design Visual – Editorial, pelo livro “A Flor da Pele”. É diretora de arte e designer de exposições na Academia Brasileira de Letras. Desenvolveu projetos em papelaria criativa para a Papel Craft; fez o design da revista Tabu para o grupo Estação de Cinema e trabalhou como designer fonográfica e com produção fotográfica na Universal Music. Recentemente assinou uma coleção de produtos e estampas para a Tok&Stok. Ministra cursos em design e serigrafia.

Dias 17, 18 e 19/07/2017 (2ª, 3ª e 3ª feira) das 18h às 21h | Carga horária: 9h


Mergulho na Escrita

Desbloqueio da espontaneidade e criatividade por meio de exercícios de desenvolvimento da escrita. Leitura de textos com os quais os alunos irão trabalhar utilizando técnicas diversas como jogos verbais, enumeração, escrita automática e mapa de ideias.

Prof.ª Silvia Carvão – Formada em Letras pela UERJ com cursos de extensão universitária em Literatura Brasileira e especialização em Leitura e Produção Textual.

De 10 a 14/07/2017 (2ª a 6ª feira) das 18h30 às 20h30 | Carga horária: 10h


Escrita Neurolinguística

Através da exposição de conceitos e ferramentas da Programação Neurolinguística (PNL), os participantes serão convidados a desenvolver produções escritas que trabalhem com a percepção humana, com a maximização sensorial e com os diferentes filtros mentais utilizados pelos leitores.

Prof. Luís Cláudio Pereira de Oliveira – Master in Atrs of Coaching e Mestre em Educação, ambos pela Florida Christian University-USA, Professional Coach Sistêmico com certificação internacional pelo Conselho Mundial de Coaching, Practitioner em Programação Neurolinguística com certificação internacional pelo Conselho Mundial de Programação Neurolinguística, Especialista em Programação Neurolinguística na Aprendizagem pelo Instituto de Neurolinguística Aplicada (INAp-RJ), Analista de Perfis de Comunicação pelo SOAR Global Institute-USA, professor de Coaching da Florida Christian University-USA na modalidade on line e treinador/palestrante nas áreas de Coaching e de Programação Neurolinguística.

De 10 a 14/07/2017 (2ª a 6ª feira) das 18h30 às 21h | Carga horária: 12h30


Alguns aspectos do romance: da teoria à prática

Como escrever um romance. Quais os caminhos que o gênero oferece. Quais as principais dificuldades. A partir da análise de trechos escolhidos (Dom Casmurro, Vidas secas, Anna Kariênina, etc.), o curso pretende abordar aspectos teóricos (construção do personagem, enredo, foco narrativo, diálogos etc.). No que diz respeito à prática, o aluno poderá perceber através de breves exercícios aspectos importantes da construção de um romance que devem ser levados em conta no momento da escrita.

Profª. Carola Saavedra – É autora dos romances Toda terça, Flores azuis (prêmio APCA de melhor romance, finalista dos prêmios São Paulo de Literatura e Jabuti), e Paisagem com dromedário (finalista dos prêmios São Paulo de Literatura e Jabuti).

Dia 15/07/2017 (sábado) das 10h às 17h | Carga horária: 6h


Formação de Editores – MKT para o mercado editorial

Profissionais dos departamentos de marketing de algumas das maiores editoras do Brasil revelam estratégias de publicidade, promoções, eventos, mídia social, pontos de venda, e outras ações para o sucesso do livro.

10h às 12h – Mariana Souza Lima – Editora Sextante
Mariana Souza Lima é Gerente de Marketing da Editora Sextante. Economista de formação, em 2005 fundou o setor de Marketing que atualmente responde pelas editoras Sextante, Arqueiro e Saída de Emergência Brasil. Foi responsável pelas campanhas de divulgação de best-sellers como Dan Brown, Paulo Coelho, James Patterson, Nora Roberts, Guilherme Fiuza, Cristiane Correa, entre outros.

13h às 15h – Daniela Kfuri – Editora HarperCollins
Daniela Kfuri é Gerente de Marketing da HarperCollins Brasil / Ediouro. Com mais de 18 anos de experiência, trabalhou em agências de propaganda e nas áreas de marketing de empresas como Jornal do Brasil e Metropolitan. Em 2006, fundou o Departamento de Marketing da editora Objetiva, englobando os selos Alfaguara, Suma de Letras, Fontanar e Ponto de Leitura. Gerenciou campanhas de marketing de autores como Luis Fernando Verissimo, Mario Vargas Llosa, Carlos Ruiz Zafón, Martha Medeiros, Stephen King, Elizabeth Gilbert, Mario Quintana, Marcelo Rubens Paiva e Arnaldo Jabor, entre outros.

15h30 às 17h30 – Bruno Zolotar – Editora Record
Bruno Zolotar é Diretor de Marketing do Grupo Editorial Record. Tem mais de 11 anos de experiência em marketing e vendas, já teve clientes como Nestlé, Nissan, Do Bem, Spoleto, entre outros. Também dá aulas em cursos de pós-graduação na FGV, Cândido Mendes, PUC e ESPM-RS.

Dia 15/07/2017 (sábado) das 10h às 17h30 | Carga horária: 6h


Mergulho no Conto

Os alunos entrarão em contato com ensaios de referência sobre o gênero, ao mesmo tempo em que darão os primeiros passos na escrita do conto.  A busca da voz narrativa pessoal é um dos principais objetivos do curso, que dá particular atenção ao estilo e ao universo temático de cada aluno-escritor.

Profª. Claudia Lage – Formada em Letras e em Teatro. Mestre em Estudos de Literatura. Publicou, entre outros, A pequena morte e outras naturezas e Mundos de Eufrásia (finalista do Prêmio São Paulo de Literatura 2010, na categoria Romance Estreante). Autora da telenovela Lado a Lado – Prêmio Emmy Internacional 2013. Escreve para o jornal Rascunho.

Dias 17, 19 e 21/07/2017 (2ª, 4ª e 6ª feira) das 18h30 às 20h30 | Carga horária: 6h


Usina Ler e Contar, Contar e Ler – Oficina de contação de histórias

A proposta da oficina é promover uma experiência de sensibilização com pessoas de diferentes áreas e interesses para uma prática de ouvir e contar histórias.
Ementa
Ouvir, contar, ler e ver. As narrativas e as diferentes práticas leitoras. O texto, a oralidade, as imagens e as escrituras. A ação, reação e interação dos contadores de histórias e seus públicos. A leitura em voz alta. A relação espacial e o corpo/voz. Dinâmicas de ações dramáticas. Apresentação de filmes de animação.
Metodologia
Leitura de textos, contação de histórias, apresentação de audiovisual (documentários sobre o tema), exercícios de práticas de leitura e de narração.

Prof. Francisco Gregório Filho – Contador de histórias e escritor. Desenvolve oficinas de formação de contadores de histórias há mais de 30 anos no Rio de Janeiro e em outras cidades do país. Publicou livros de histórias para leitores infantojuvenis e para adultos. Também escreve artigos para jornais e revistas sobre práticas leitoras e a ação de contar histórias. Foi o primeiro coordenador do PROLER (Biblioteca Nacional/Ministério da Cultura) entre 1992 e 1996. Gestor de programas e projetos com as diferentes linguagens artísticas e a formação de leitores. Alguns de seus livros: Dona baratinha e outras histórias (Rocco); Lembranças amorosas (Global) e Ler e contar, contar e ler (Letra Capital).

De 17 a 21/07/2017 das 15h às 18h | Carga horária: 15h


O que escrevem e o que publicam de literatura infantil: ares renovados

Profª. Ninfa Parreiras – Escritora de obras literárias para crianças e jovens e de livros de ensaios. Mestre em Literatura Comparada (USP), graduada em Letras e Psicologia (PUC-Rio), especialista da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil por muitos anos, pesquisadora da Fundação Cultural Casa Lygia Bojunga.

Dias 18 e 20/07/2017 das 17h30 às 20h30 | Carga horária: 6h


Autopublicação: caminhos reais / caminhos virtuais

A internet democratizou o acesso à leitura e à escrita, mas tornou mais difícil se destacar em meio ao oceano de informações. Como um escritor iniciante pode começar? A autopublicação é válida? Em que formatos? Como proceder? Quais as principais editoras e meios para se autopublicar? Como divulgar o lançamento? Como conseguir um lugar ao sol?

10h às 12h30 – Profª. Valéria Martins – Jornalista formada em Comunicação Social/Jornalismo pela PUC-Rio com 20 anos de experiência em imprensa escrita e quase 15 anos no mercado editorial. Trabalhou nas editoras Campus/Elsevier e Grupo Editorial Record. Em 2008 criou a agência literária Oasys Cultural, da qual é diretora. Como autora, publicou Sara anda mais bonita (conto, 7Letras, 2016),  A matéria dos sonhos e A Pausa do Tempo (ambos pela Jaguatirica Digital, 2013 e 2015).

13h30 às 16h – Prof. Julio Silveira – Julio Silveira, editor e escritor. Fundou a Casa da Palavra em 1996, onde esteve à frente até 2008, foi diretor do grupo Ediouro (Nova Fronteira e Agir) e publisher da Thomas Nelson. Criou a Ímã Editorial em 2011 para explorar o potencial da publicação digital. Foi promotor e curador de festivais e eventos como a e-FliPorto (Olinda, PE), Fim do Livro e Lapalê. É professor e palestrante (FGV, PUCRio, IED, Estação das Letras) e articulista do Publishnews. Editou e participou de diversas antologias sobre cultura digital e mercado editorial e dirigiu o curta-metragem “Nossa Língua”, com escritores do Brasil, Cabo Verde e Portugal.

Dia 22/07/2017 (sábado) das 10h às 16h | Carga horária: 5h


Como se faz uma biografia

A biografia como gênero literário. O sucesso da biografia – Tim Maia, Maysa, Juscelino Kubitschek etc. A História versus biografia- pequena história das biografias brasileiras. O argumento, os objetivos de um biógrafo. Entre a ficção e o rigor factual. Biografados: vivos e mortos. As fontes (primárias, secundárias e orais) e seus problemas. A estrutura narrativa. A biografia romanceada. Datas, nomes, sincronias, preconceitos – os desafios de um biógrafo.

Prof. Clóvis Bulcão – Historiador formado pela PUC-Rio. Nascido em Botafogo, divide seu tempo entre o magistério e a literatura. Professor do tradicional Instituto Superior de Educação do Rio de Janeiro, é autor de dois romances históricos, A Quarta Parte do Mundo (Ed. Nova Fronteira) e O Pirata do Rei na Terra do Sol (Ed. Saída de Emergência) e cinco livros de não ficção, entre eles Padre Antonio Vieira: Um Esboço Biográfico (Ed. José Olympio) e Os Guinle (Ed. Intrínseca).

De 24 a 27/07/2017 (2ª a 5ª feira) das 18h30 às 20h30 | Carga horária: 8h


Clarice: ficção e mutação

A leitura de “Todos os contos”, de Clarice Lispector, lançados em 2016 pela editora Rocco com prefácio e organização de Benjamin Moser, vem confirmar, para aqueles que ainda duvidavam disso, o elo radical e mesmo fatal existente entre a literatura e a mutação. Ninguém escreve impunemente – assim como ninguém lê impunemente também. Todo escritor, se escreve para valer, escreve para sair de si mesmo e se transformar. Todo leitor também.
O objetivo da oficina “Clarice: ficção e mutação” – a se realizar entre a quinta-feira 27 de julho e o sábado 29 na Estação das Letras, sob orientação de José Castello – é justamente esse: ler Clarice, ler em voz alta e debater alguns de seus contos mais importantes, não para se “distrair”, ou para se “divertir”, mas para se transformar. Em nosso mundo repetitivo e imóvel, no qual o movimento frenético em vez de nos fazer avançar parece nos atolar, nada melhor do que retomar a literatura de Clarice, que ela nos legou como um exercício senão de salvação pessoal, pelo menos de superação pessoal.
A literatura transforma – e contos espetaculares como “O ovo e a galinha”, “O relatório da coisa” e “Amor”, entre tantos outros, comprovam essa tese, ao carregar seus leitores para além de si mesmos. Para onde? Não há uma resposta fixa para essa pergunta, já que a literatura não é fórmula, nem bula, tampouco teologia; a literatura carrega cada um de nós para o interior de si mesmo e para nossas insuportáveis diferenças. É a nós mesmos que reencontramos quando lemos uma escritora valente e radical como Clarice. É para dentro de nós, e de nossos porões mais secretos, que suas palavras nos levam.
A leitura dos contos de Clarice, por fim, reafirma a potência da literatura, em um mundo esvaziado pelo falatório dos talk-shows, dos discursos mentirosos e das delações premiadas. A palavra tem, sim, um valor, e não se trata de um valor em si, mas de um valor que nos leva além de si mesmo. Devemos vê-la, talvez, como o mais precioso combustível de que dispomos hoje para sobreviver e reviver em dias tão funestos e adversos. Ler Clarice, como disse a teórica canadense Claire Varin, é “ser Clarice”. Suas palavras grudam em nosso espírito de um modo tão delicado e brutal que, para sempre, ali estarão, de alguma forma, a ecoar.

Prof. José Castello Escritor e crítico literário do suplemento Prosa & Verso, de O Globo. Autor, entre outros, de As Melhores Crônicas de José Castello, volume organizado e prefaciado para a Global Editora pela crítica literária Leyla Perrone Moisés no ano de 2003. É, ainda, cronista regular do site Vida Breve (www.vidabreve.com.br), no qual publica as crônicas das terças-feiras.

Dias 27, 28 e 29/07/2017 (5ª e 6a feira das 18h30 às 20h30 e sábado das 10h30 às 12h30) | Carga horária: 6h

Nosso endereço:

Estação das Letras

Rua Marquês de Abrantes, 177 – Lojas 107/108 :: Flamengo

Rio De Janeiro, RJ 22230-060

Brazil

Add us to your address book

– Telefone: (21) 3237-3947
http://estacaodasletras.com.br/

 

O Programa de Pós-Graduação em Ciência Política do IESP-UERJ oferece uma oportunidade de pós-doutorado no Programa de Ciência Política, buscando selecionar candidatos com formação sólida em métodos quantitativos e qualitativos aplicados à análise política  e pesquisa e produção acadêmica nas áreas de políticas públicas ou opinião pública, mídia e política.

Confira o edital em: www.iesp.uerj.br/wp-content/uploads/2017/05/Edital-de-p%C3%B3s-doc-do-PPGCP-do-IESP-UERJ.pdf