Educação em Foco – nº 206.

Publicado: dezembro 29, 2014 em Uncategorized

Publicação do Instituto de Pesquisas e Administração da Educação ISSN 0103-0949. Ano 23 – nº 206 – dezembro de 2014.
O mês de novembro de 2014 foi marcado, dentre os eventos nacionais, pela realização da Conferência Nacional de Educação, em Brasília, considerado a mais importante atividade de mobilização de pessoas de todas as partes do país em torno do tema central: O PNE na Articulação do Sistema Nacional de Educação: Participação Popular, Cooperação Federativa e Regime de Colaboração. Cerca de quatro mil pessoas participaram da CONAE. Antes da etapa nacional foram realizadas diversas reuniões regionais preparatórias, onde foram levantadas questões que estiveram na pauta do encontro. Outro fato relevante foi o promovido pelo Conselho Nacional de Educação que realizou na audiência pública sobre o projeto de resolução que estabelece Diretrizes Curriculares Nacionais para a oferta de cursos e programas de educação a distância na educação superior. Durante a mesma ocorreram muitas críticas ao texto proposto que, ao invés do esperado, focar em aspectos de futuro, se prende à pontos do passado. Em novembro foi também realizado o Exame Nacional do Ensino Médio pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. O ENEM foi aplicado a mais de 6,2 milhões de estudantes em 1,7 mil cidades em todo o país. Foi feito também o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), em todos os estados e Distrito Federal. Quase 500 mil alunos concluintes, matriculados em 1,48 mil instituições de educação superior fizeram as provas. O Ministério da Educação durante o mês o resultado final da seleção do Prêmio Inovação em Gestão Educacional 2013. Foram selecionadas as experiências em quatro grupos temáticos, procedentes de vários municípios. Outra avaliação foi a ANA (Avaliação Nacional de Alfabetização), uma das ações do Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB), do Ministério da Educação (MEC). Foram avaliadas escolas de 5.515 municípios brasileiros. A Comissão de Educação e a Mesa Diretora da Câmara dos Deputados entregam em novembro, o prêmio Darcy Ribeiro de Educação. Anualmente, são reconhecidas três pessoas ou entidades que se destacaram na defesa e na promoção da educação no Brasil. A solenidade ocorreu no Salão Nobre. Este ano, recebem a comenda o ex-deputado Carlos Augusto Abicalil, a professora Eliza Flora Muniz e o professor Luis Antônio Marcuschi. O Movimento Todos Pela Educação divulgou uma pesquisa apontando que apenas 12% dos pais participam ativamente da vida escolar dos filhos. O estudo “Atitudes pela educação” entrevistou mais de dois mil pais e responsáveis entre junho e julho deste ano. A pesquisa mostra que 19% são considerados distantes, 17% intermediários, 27% vinculados e 25% envolvidos com os estudos dos filhos. O perfil traçado dos pais mais envolvidos na vida escolar dos filhos aponta para aquele responsável que participa das reuniões e eventos escolares, procura informações sobre a escola, controla as faltas das crianças, respeita a opinião dos filhos e gosta dos momentos que passa com a família. Foram ouvidos pais de jovens de 4 a 17 anos, de escolas públicas e privadas de todas as regiões do Brasil. O objetivo do estudo era conhecer as atitudes e comportamentos dos responsáveis pelos alunos. O Ministério da Educação lançou o programa Idiomas sem Fronteiras (IsF), voltado para a formação e a capacitação de estudantes, professores e corpo técnico-administrativo de instituições de educação superior e de professores de idiomas da rede pública de educação básica. As línguas oferecidas serão inglês, francês, espanhol, italiano, japonês, mandarim, alemão e português para estrangeiros. O programa é complementar ao Ciência sem Fronteiras e às demais políticas públicas de internacionalização. Foi promovido na cidade do Rio de Janeiro, o XVI Encuentro Iberoamericano de Educación Superior a Distancia, promovido pela Associação Ibero-americana de Educação Superior a Distância (AIESAD). O tema central do evento foi as “Inovações em Educação a Distância: Perspectivas para a Ibero-América”. O encontro reuniu professores, pesquisadores, desenvolvedores, executivos, reitores, gerentes de programa de política educacional, estudantes e funcionários do setor público, bem como instituições de ensino e empresas privadas. Fundada há mais de 30 anos, a AIESAD atua para impulsionar, promover e integrar a Educação Superior a Distância, sobretudo entre as 13 nações que compõem a associação. Um evento internacional, promovido pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e o British Council, debateu a “Qualidade e excelência na educação superior” com os painéis “Ranking e Prestígio” e “Qualidade e excelência – quais elementos formam uma grande instituição?”. A iniciativa fez parte da série Global Education Dialogues, do British Council, que tem instigado em mais de 20 países o debate sobre as tendências mais importantes e inovadoras da educação superior no mundo. A cidade de Belo Horizonte será a sede do Encontro Nacional dos Cursos de Graduação em Administração de 2014, o XXV ENANGRAD. O Sindicato das Escolas Particulares de Minas Gerais (SINEPE-MG) promoveu também na capital mineira, o evento “Pronatec: Atualidade e Futuro”. Outra atividade, no Rio de Janeiro, foi o “Bett Latin America Leadership Summit”, maior evento de tecnologia educacional da América Latina. A atividade reuniu mais de 500 líderes educacionais para discussões sobre o papel da tecnologia na educação e a importância das novas tecnologias para a expansão do conteúdo e a garantia de se ter um aluno motivado em sala de aula. O evento teve a participação de empresários do setor tecnológico e representantes de diversos países, como Colômbia, Peru, Equador, Costa Rica, Reino Unido e Estados Unidos, além do Brasil. Entre os assuntos em pauta, um dos destaques foi o desafio das cidades da América Latina em enfrentar o problema da evasão escolar.O encontro foi patrocinado por empresas do ramo de tecnologia. O Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI), por meio do Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic), lançou a TIC Educação. O levantamento mostrou que 99% das escolas públicas tem computador e 95% acesso à internet, porém a tecnologia ainda não está na sala de aula. A pesquisa analisou os dados de 1.125 escolas em áreas urbanas, ouvindo estudantes, professores e diretores. Em apenas 6% dos estabelecimentos os computadores estão instalados nas salas de aula e 85% nos laboratórios de informática. A velocidade das conexões também apresentam problemas. O estudo aponta que 57% das escolas têm conexões até 2megabits por segundo, velocidade mínima prevista pelo Programa Banda Larga nas Escolas. No âmbito internacional os principais destaques foram os abaixo. A Unesco anunciou o lançamento de uma biblioteca científica, de forma gratuita e multilíngue, a estudantes de todo o mundo, além da comunidade científica, por ocasião da jornada mundial da ciência ao serviço da paz. A plataforma foi denominada como Biblioteca Mundial de Ciência (WLoS). O objetivo é dar acesso a estudantes do mundo inteiro, sobretudo nas regiões mais pobres, às informações mais recentes sobre a ciência. Além disso, os estudantes terão também a possibilidade de compartilhar suas experiências e lições através de debates com outros estudantes em um contexto de ensino compartilhado. A WLoS já conta com mais de 300 artigos de referência, 25 livros e mais de 70 vídeos. A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) divulgou o documento “Tecnologias para a transformação da educação: experiência de sucesso e expectativas”. O trabalho traz uma análise do impacto das mudanças na América Latina, os fatores de sucesso e traçar recomendações para políticos, gestores e professores. Uma das conclusões do documento é que não basta a compra de computadores e tablets de última geração ou a instalação de conexão à internet via banda larga nas escolas. O princípio do desenvolvimento dessas práticas passa por garantir que as ferramentas tecnológicas sejam usadas com eficácia para auxiliar no processo de aprendizagem. Além de reforçar a necessidade de valorização do profissional de educação neste processo. A Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco) pretende incluir a educação para o desenvolvimento sustentável na nova agenda de compromissos globais, que será estabelecida pelas Nações Unidas no período 2015-2030. Representantes da entidade se reuniram em Nagoia, Japão, para traçar ações que levem esses conceitos a escolas de todo o mundo. O encontro reuniu mais de mil representantes, de 148 países. A doação de 10 milhões de dólares (cerca de oito milhões de euros) feita por um casal de milionários chineses à prestigiada universidade norte-americana Yale reavivou o debate entre os internautas chineses que argumentam que o dinheiro seria mais útil se ficasse no país. Um casal que lidera um império imobiliário na China, anunciaram a sua generosa doação à Universidade. Não foi a primeira vez: o mesmo casal já tinha doado, em julho, 15 milhões de dólares à Universidade de Harvard e comprometeu-se a gastar 100 milhões de dólares para permitir que estudantes chineses desfavorecidos entrem nas mais prestigiadas universidades do mundo. Uma pesquisa realizada em universidades do mundo inteiro e divulgada pela emissora britânica BBC listou as instituições que mais formaram bilionários no mundo. O estudo traçou o perfil de mais de dois mil bilionários e constatou que dois terços deles passaram pela universidade, desmistificando a teoria de que todo empreendedor de sucesso deve, necessariamente, abandonar os estudos para obter sucesso profissional e financeiro. A pesquisa mostrou também que um quarto dos bilionários possui pós-graduação. No topo das universidades que mais formam milionários estão três americanas: Universidade da Pensilvânia, Harvard e Yale. Além disso, as instituições dos Estados Unidos são maioria na lista que também traz universidades de países como Inglaterra e Rússia. A Colômbia está construindo um Centro de Inovação do Professor, na cidade de Medelín. O chamado Centro de Innovación del Maestro pode ser um marco na América Latina, uma vez que vai proporcionar um espaço para que docentes realizem pesquisas educacionais, façam experimentos e obtenham formação sobre os mais diversos temas. Projetado para ter mais de cinco mil metros quadrados, o local terá laboratórios dos mais variados tipos, auditórios, quadras e salas de aula aberta. O centro é parte integrante de uma nova política de formação idealizado pelo governo. A proposta quer fazer com que Medelín seja uma cidade escola. Entre os eventos internacionais, destaque para o que foi promovido em Buenos Aires, o Encontro latino-americano: Educação de Jovens e Adultos na América Latina. O evento tem como objetivo fornecer um diagnóstico da situação da Educação de Jovens e Adultos na América Latina. Participam do encontro diversos especialistas do tema, que debatem os desafios da EJA no início do século XXI, apresentando trabalhos, pesquisas e estudos universitários. Assim foi novembro de 2014, onde se concentraram ações em torno da educação no Brasil e em outras partes do mundo. (IPAE 177 – 12/14).
EXPEDIENTE: Educação em Foco.
Publicação mensal do Instituto de Pesquisas e Administração da Educação:
Exemplares arquivados na Biblioteca Nacional de acordo com Lei nº 10.944, de 14 de dezembro de 2004 (Lei do Depósito Legal). ISSN (International Standard Serial Number) nº 0103-0949 conforme registro no Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia – IBICT (Centro Brasileiro do ISSN), vinculado ao Ministério de Ciência e Tecnologia. Editora do Instituto de Pesquisas e Administração da Educação cadastrada no ISBN (International Standard Book Number) sob o nº 85927 conforme registro na Biblioteca Nacional.
Reprodução permitida by Instituto de Pesquisas e Administração da Educação.
Editor ResponsávelJoão Roberto Moreira Alves.
Edição e Administração:
Instituto de Pesquisas e Administração da Educação: Av. Rio Branco 156 – Conj 1926 / 2307 – CEP 20040-901 – Rio de Janeiro. E-mail: ipae@ipae.com.br
FICHA CATALOGRÁFICA:
Educação em Foco. – Nº 1 ( 1987). – Rio de Janeiro: Instituto de Pesquisas e Administração da Educação, 1980 – N.1 ; 29.5 cm – Mensal Publicação do Instituto de Pesquisas e Administração da Educação. ISSN – 0103-0949.
http:// http://www.ipae.com.br 
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s