Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino.

Publicado: agosto 31, 2014 em Uncategorized

Apresentação:

Diante dos desafios que os profissionais da educação vivenciam no contexto atual, o XVII ENDIPE se coloca como espaço de diálogo, que se propõe a direcionar o olhar para o trabalho docente na relação com o cotidiano das suas práticas, junto aos alunos e ao coletivo institucional, às políticas de educação e à sociedade em que estão inseridos. Compreender as teias e nexos que se fazem entre os diferentes interesses desse percurso, talvez seja o maior desafio a ser enfrentado na reflexão que se impõe na caminhada dos educadores. Em torno do tema A Didática e a Prática de Ensino nas relações entre a escola, a formação de professores e a sociedade trazemos perguntas, interpretações, avaliações e novas preocupações com o os processos do ensinar e do aprender, na esperança de que nossos estudos e práticas pedagógicas nos instiguem a continuar juntos, nessa caminhada de trabalhadores da profissão magistério.

Mais do que a soma de trabalhos de pesquisadores da educação, cada um com a sua verdade, temos um coletivo de educadores com seus conhecimentos, saberes, estudos, ideias e experiências para serem debatidas. Isso tem contribuído para a emergência de um primeiro movimento, ocorrido nessa comunidade de aprendizagem, cujo entrelaçamento ocorre na troca de experiências e se afirma no encontro com aqueles que se agregam em posturas e valores que se identificam e procuram superar os desafios do seu campo de atuação profissional. Nasce um segundo movimento nas atividades de pesquisa, análise e avaliação, assim como na busca de compreensão dos processos pedagógicos dos investigadores em relação aos que vivem as mesmas experiências, ou propostas de mudança constituídas numa dimensão formativa, tendo a prática refletida como ponto de partida e de chegada.

A proposta é debater a didática e as práticas docentes, na perspectiva de uma relação comprometida com a produção do conhecimento, no intuito de intervir na melhoria da educação, da escola, do campo da formação e do trabalho docente, entre outros. Trata-se de um debate complexo, envolvendo a vida da comunidade escolar, as relações de trabalho e as conexões que se fazem nas contradições e nas possibilidades dessas interações. Esta reflexão guarda estreito vínculo com o pensamento e a realidade, nas situações em que os professores e alunos de diferentes níveis se encontram.

Na contramão do individualismo competitivo e da meritocracia, esperamos que o XVII ENDIPE possa ser um encontro colaborativo de reflexão como elemento de emancipação, situado e datado, no âmbito de uma intencionalidade definida, que é a Didática, como campo de conhecimento e de investigação dos fenômenos do ensinar e do aprender. É preciso melhor competência teórica para compreender a docência em seu contexto, seus determinantes, possibilidades e desafios. Que sejamos aprendizes desta história!

Histórico:
Por: Maria Isabel de Almeida.

Breve retrospectiva histórica dos ENDIPES – Na virada dos anos de 1970 para 1980, quando a sociedade brasileira já manifestava sinais mais contundentes de oposição à ditadura militar que se instalara em 1964, um grupo de educadores brasileiros deu início a um movimento que acabou por expressar, no campo educacional, os mesmos anseios de mudança, presentes na sociedade da época. Envolvidos com as práticas de ensino e com a didática, esses educadores reuniram-se em 1979 no 1º Encontro Nacional de Prática de Ensino e em 1982 no 1º Seminário A Didática em Questão, dando início a um processo de questionamento dos fundamentos, das concepções, das orientações políticas e dos modos como a educação era então praticada em nossas escolas. Em razão da proximidade de propósito entre esses dois movimentos, consolidada ao longo da realização de três encontros em cada uma destas áreas, em 1987 eles se fundiram e deram origem a um encontro único, que foi denominado de IV ENDIPE. Desde então a didática e as práticas de ensino têm sido alvo de discussões bianuais que congregam pesquisadores, especialistas, dirigentes educacionais, professores e estudantes dos mais distintos espaços do país e do exterior.

O ENDIPE se consagrou ao longo dos seus 33 anos de existência como um espaço plural de discussões acerca dos estudos, das pesquisas e das experiências a respeito dos processos educacionais em todos os níveis de ensino. É hoje um evento muito significativo no cenário nacional e suas contribuições têm sido referência para o avanço da produção de conhecimento sobre os fenômenos educacionais e para a formulação de propostas educacionais inovadoras.

Os 16 Encontros realizados até este momento têm permitido acompanhar as tendências educacionais das três últimas décadas, seus impactos nas escolas e nas práticas docentes, num movimento dialético com interferências concretas nos processos de ensino e aprendizagem. Eles têm sido efetivos espaços de convivência, intercâmbio e diálogo entre pessoas preocupadas com o entendimento e a transformação dos processos educacionais e das práticas pedagógicas.

Acesso em http://endipe.pro.br/site/ ou na página http://www.uece.br/eventos/xviiendipe/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s